Carta aberta à população de agradecimento

A associação Nacional do Ministério Público de Contas - AMPCON e o Conselho Nacional de Procuradores Gerais de Contas (CNPGC) vêm, a público, agradecer, penhoradamente, a todos que colaboraram com a campanha As Dez Medidas de Combate à Corrupção (idealizada pelo Ministério Público Federal- MPF- e aderida pelo Ministério Público Brasileiro), coletando e fornecendo seus dados e assinaturas, para viabilizar a criação de mecanismos normativos efetivos, que possam dar prontas e eficazes respostas à sociedade, com vistas a, de fato, prevenir e punir a corrupção.


Da parte do Ministério Público de Contas (MPC), foram quase quatro meses de Campanha, com intensas atividades, ocasião em que Procuradores de Contas percorreram feiras e parques; participaram de congressos e seminários; visitaram escolas e universidades, pontos de aglomeração; estiveram em eventos festivos, como jogos de futebol, shows, etc. Esses incansáveis guerreiros, é preciso que se diga, bancaram muitas vezes com recursos próprios material de campanha, camisetas, pranchetas, banners, etc.


Como consequência de todo esse trabalho, em dezembro de 2015, contabilizaram-se mais de 30 mil assinaturas, por todo o país, entregues pelo MPC brasileiro à Coordenação da Campanha, em Brasília.


Assim, ao ser alcançado, nesse mês, o número mínimo de assinaturas em menos de um ano (mais de um milhão e meio), a serem levadas ao Congresso Nacional, não podemos deixar de expressar a nossa profunda emoção.


O povo brasileiro está de parabéns e demonstra, desse modo, que não suporta mais o alto grau de corrupção no país e deseja mudanças, rejeitando o rótulo que se lhe quer impingir de um povo culturalmente submisso e tolerante à corrupção.


Sem dúvida alguma, esse mal [a corrupção] é o responsável, hoje, pela iniquidade e injustiça que assolam o nosso país. O dinheiro desviado deixa de ser aplicado em áreas essenciais, como saúde, educação e segurança; impede a utilização de recursos públicos em investimentos, condenando o nosso país à situação de subdesenvolvimento; enriquece criminosos desavergonhados; humilha toda a Nação, que é preciso que se diga, compõe-se de muitos mais brasileiros trabalhadores honestos que a minoria de corruptos que insiste em manchar o nome de todos nós.


Obrigado a todos. Sigamos em frente. Se hoje é tempo de plantar, chegaremos em breve ao tempo de colher, quando nós brasileiros teremos, enfim, verdadeiramente orgulho de pertencer a uma Nação, liberta dos males da corrupção.

Brasília, 24 de fevereiro e 2016.

Diogo Roberto Ringenberg Presidente da Ampcon

Cláudia Fernanda de Oliveira Pereira Presidente do CNPG



3 visualizações
AMPCON

Associação Nacional do Ministério Público de Contas

E-mail: geral@ampcon.org.br

Telefones: (61) 3533-6505   |  (61) 99533-5088

Sede: SCN, Quadra 4, Bloco B, Nº 100, Sala 1201.

Asa Norte - Brasília/DF - CEP 70.714-900
Subsede administrativa: Av. Nazaré, Nº 766.

Nazaré - Belém/PA - CEP 66.035-145

AMPCON © 2019

  • Facebook
  • Instagram