COMMPC.jpeg

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O I ENCONTRO DE COMUNICAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS BRASILEIRO (COMMPC)

Três em cada quatro brasileiros estão na Internet e, desde o início da pandemia, mais da metade desses cidadãos têm procurado por serviços públicos na web. Os dados são do Comitê Gestor da Internet no Brasil. Será que o Ministério Público de Contas está disponível para os 134 milhões de brasileiros conectados? Será que estamos nos comunicando da melhor forma com esses cidadãos? Será que esses brasileiros conhecem o MPC e sabem o que fazemos? Como melhorar nosso diálogo com a sociedade? E que obrigações legais temos, em termos de comunicação, perante a sociedade?

 

Essas e outras perguntas estão entre os temas a serem debatidos no I Encontro de Comunicação do Ministério Público de Contas Brasileiro (COMMPC), que será realizado de forma virtual no dia 16 de junho, entre 16h e 19h. O encontro vai reunir Procuradores e servidores dos Ministérios Públicos de Contas de todo País e contará com a presença de palestrantes e debatedores de outras instituições. Na ocasião, haverá também o lançamento da Política Nacional de Comunicação (PNC) e do Manual de Orientações para Mídias Sociais Institucionais.

Todos os Procuradores e servidores estão convidados a participar. A inscrição deve ser feita até o dia 15 de junho pelo endereço https://www.even3.com.br/encontrocommpc.  Será emitido certificado de quatro horas para os participantes.

 

A iniciativa do evento é da Associação Nacional do Ministério Público de Contas (AMPCON) e Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais de Contas (CNPGC) e faz parte das ações estratégicas dos MPCs brasileiros para o ano de 2021. O grupo de trabalho responsável pela operacionalização desta ação é coordenado pela Procuradora de Contas Silaine Karine Vendramin, do MPC do Pará. Participam deste grupo representantes de todos os Ministérios Públicos de Contas do País.

ASSISTA AQUI O VÍDEO CONVITE COM A PROCURADORA DO MPC / PA E DIRETORA DE COMUNICAÇÃO DA AMPCON SILAINE VENDRAMIN

“Ainda em 2020, durante o II Encontro Nacional do Ministério Público de Contas (ENAMPCON), concluímos que era necessário promover a integração e a participação de todos os Ministérios Públicos de Contas do país na elaboração coletiva de uma política própria de comunicação. Coube a mim essa missão. Foram quatro meses de trabalho online e colaborativo com a participação de assessores de todo País. O resultado não poderia ser melhor. Conseguimos construir uma Política de Comunicação que atende, de fato, às necessidades de todos os MPCs, além de disponibilizar um manual para atuação nas redes sociais. É com muito orgulho que chegamos a este evento para apresentar nossa política nacional de comunicação e debater com os colegas os rumos da nossa instituição neste cenário digital no qual nos encontramos”, comenta a Procuradora de Contas Silaine Karine Vendramin.

 

Confira a programação do I COMMPC e conheça um pouco dos convidados que estarão no evento para discutir comunicação pública e nossas organizações.

 

PROGRAMAÇÃO

16h - Palestra de abertura “Comunicação Pública em tempos do digital”

Palestrante: Filipi Oliveira, ganhador do prêmio Mega Brasil em comunicação Pública

 

17h - Lançamento da Política Nacional de Comunicação (PNC) e Manual de Orientações para Mídias Sociais Institucionais

 

17:30 - Workshop para elaboração de editoriais e formatação de conteúdos para comunicação digital.

 

Convidadas:

 

- Elisa Andries, coordenadora geral de Comunicação da Fiocruz, e

 

- Cláudia Lemos, presidente da Associação Brasileira de Comunicação Pública

Mediador: Sérgio Lerrer, fundador do portal Pro Legislativo.

 

19h- Encerramento

NOSSOS CONVIDADOS

Filipi Oliveira

Diretor de Comunicação da Câmara Municipal de Curitiba, responsável pela transformação digital, ações de comunicação pública, relações públicas e institucionais, campanhas internas e externas, assessoria de imprensa e gestão de comunicação de crise. É supervisor e professor do curso de Gestão de Mídias Sociais do Centro Europeu e colunista do jornal Tribuna do Paraná, onde escreve sobre educação política.

Tem ampla experiência em assessoria de comunicação e de imprensa com passagens por jornais, rádios e TVs, entre eles repórter, produtor e apresentador da CBN Curitiba durante 7 anos. Foi sócio-proprietário de duas empresas de comunicação.

Tem 11 prêmios profissionais e acadêmicos, com destaque para o Top Mega Brasil 2020 – Categoria Comunicadores do Serviço Público – 1º lugar Região Sul e 2º Lugar Brasil. Recebeu também o Prêmio Sangue Bom em âmbito estadual, na categoria Assessoria de Imprensa e Comunicação, e foi outras cinco vezes finalista dessa mesma premiação. Formado em Jornalismo com pós-graduação em Administração e Marketing. É marido da Mar e pai do Nico.

Cláudia Lemos

Cláudia Lemos é jornalista, mestre e doutora em Estudos Literários pela UFMG, trabalha com comunicação institucional e comunicação pública há 30 anos. Preside a Associação Brasileira de Comunicação Pública (ABCPública).

Servidora concursada da Câmara dos Deputados, atua na Secretaria de Comunicação Social e é professora do Mestrado Profissional em Poder Legislativo da instituição. Em 2019, coordenou a formulação da política da comunicação da Câmara. Foi assessora-chefe e secretária de Comunicação da Procuradoria-Geral da República, onde também coordenou a formulação da primeira política de comunicação do Ministério Público Federal, em 2004.

No Conselho Nacional do Ministério Público, foi assessora-chefe de Comunicação. No Supremo Tribunal Federal, gerenciou o projeto de implantação da TV Justiça. Na Secretaria de Comunicação da Presidência da República, foi assessora especial. Foi pesquisadora visitante na Northwestern University, como bolsista Fulbright, para realizar um estudo comparado entre a comunicação da Justiça no Brasil e nos Estados Unidos. É autora de capítulos de livros técnicos e de artigos publicados em periódicos especializados. Também foi repórter e professora de cursos de graduação e pós-graduação.

Elisa Andries

Jornalista, com mestrado em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz). Foi assessora de comunicação de 2005 a 2013 e coordenadora de Comunicação Institucional da ENSP de 2013 a 2014. Está na Fundação Oswaldo Cruz desde 2002, atuando na comunicação institucional e em projetos de criação e desenvolvimento dos portais da Fiocruz e da ENSP.

Começou a carreira nos jornais de Bairros do Globo, em 1988, passando depois pelas editorias Ciência e Vida, Internacional e Economia. Trabalhou em revistas voltadas para internet a partir de 1995 (PC World  e Internet World) e desenvolveu a revista WebGuide, na Ediouro. Convidada pela TV Globo, trabalhou na criação e no desenvolvimento do portal Globo.com (1999-2000). Também participou da formulação do portal Comunique-se e foi sua primeira editora. Entre outros trabalhos, destacam-se a criação e o desenvolvimento do portal Nós da Comunicação e consultorias para projetos de comunicação do Senac, da Petrobras e da Vale – os dois últimos da agência Casa do Cliente.

Na Fiocruz, assumiu a Coordenação de Comunicação Social da Presidência em 2014 a convite do então presidente da instituição Paulo Gadelha. Esteve à frente da comunicação em emergências sanitárias desde então, como ebola, zika, chicungunia, febre amarela e, agora, Covid-19.

Sérgio Lérrer

Jornalista e cineasta.  Fez jornalismo na UFRGS, produziu e dirigiu curtas-metragens e longas-metragens com prêmios em Festival de Gramado, Brasília e Riocine. Dirigiu programas de entretenimento e jornalismo na TVE, Bandeirantes, Rede Mulher, MGM e Canal Terra Viva. Implantou sistemas de treinamento e tvs de conteúdo especializados em hospitais como Hospital Albert Einstein e Hospital Samaritano.

Especializou-se em paralelo em comunicação pública e legislativa, prestando assessoria de reestruturação de comunicação para diversas associações representativas de setores econômicos, de saúde e de carreiras públicas, assim como de casas legislativas, criando também o portal Pro Legislativo, responsável pela promoção dos principais eventos de atualização de comunicação legislativa no país, tornando-se também palestrantes de diversas entidades do segmento, e de Escolas do Parlamento e Legislativas, como Interlegis do Senado Federal e Cefor da Câmara dos Deputados.

Atuou também na gestão de comunicação de Frentes Parlamentares no Congresso Nacional. Em paralelo, é empreendedor de canais de streaming do setor de foodservice e de saúde, e colaborador da Rede de Legislativo Sustentável, criada pelo TCU, Senado Federal e Câmara dos Deputados.